PARTIDO DE BOLSONARO: Presidente do PSL diz que "a guerra está declarada"

Ele disse que avisou Bolsonaro a não participar da caminhada, pois havia recebido informes da PF de grupos LGBT que se preparavam para um confronto

Por O ANTAGONISTA 19/10/2018 - 08:19 hs

A reportagem falou com o advogado Gustavo Bebianno, presidente do PSL, que está acompanhando Jair Bolsonaro na Santa Casa de Misericórdia.

 

Muito emocionado, Bebianno disse que “a guerra está declarada”. Ele disse que avisou Bolsonaro a não participar da caminhada, pois havia recebido informes da PF de grupos LGBT que se preparavam para um confronto.

 

“Falei ‘não vamos’. Tem informes da PF. Tinha um informa que ia ter pessoal do LGBT para confrontar. Além disso, é um lugar cheio de prédios, favorável para arremessarem coisas. Mas ele quis ir para a multidão.”