TSE mantem Padre Ton na disputa

O relator do processo foi o Ministro Jorge Mussi.

Por Assessoria 20/10/2018 - 00:35 hs

 

Ao analisar a ação cautelar proposta pela defesa do candidato Padre Ton (PT), que concorre ao cargo de deputado federal, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) deferiu o pedido. A decisão assegura ao candidato a presença em todos os atos de campanha, incluindo o horário eleitoral gratuito e a manutenção de seu nome na urna eletrônica. O relator do processo que concedeu a liminar favorável foi o Ministro Jorge Mussi. 

De acordo com a advogada Rosa Maria C. Jesus, que representa Padre Ton, a ação cautelar, com pedido de tutela provisória, tinha o objetivo de suspender os efeitos da decisão do TRE/RO, que havia indeferido o registro de candidatura do candidato. Ainda segundo a defesa do candidato Padre Ton a medida tomada pelo TRE representava prejuízo à candidatura, uma vez que seus efeitos proibiam a sequência da campanha. “A medida que veda a prática de atos de campanha acumula prejuízo irreparável, já que estamos há de um mês para o pleito vindouro”, destacou.

Para o candidato Padre Ton a decisão do TSE fez valer a justiça. Padre Ton disse que em nenhum momento pensou que a decisão seria diferente, tanto que manteve a agenda de compromissos. “Estamos percorrendo o estado e estamos satisfeitos com a adesão a onossa campanha. As pessoas me conhecem pela minha gestão transparente em Alto Alegre dos Parecis e pelos recursos que consegui durante o mandato de deputado federal, um mandato que apoiou os municípios. Vamos resgatar esta marca”, disse Padre Ton.